Oração da Gratidão

Há mais ou menos um mês descobri essa oração na internê e tenho feito ela todos os dias, ao acordar. Exercer a gratidão sincera é uma das mudanças mais transformadoras que podemos fazer na nossa vida. Eu já falei sobre o pote de gratidão aqui, que também é uma boa forma de focar nos motivos pelos quais temos a agradecer. Mas essa oração tem me feito tão bem que decidi compartilhar com vocês!

Oração da Gratidão

Que a verdade se manifeste em mim.
Sou grato pela vida;
Agradeço pelo ar que entra em meus pulmões e que me traz a vida.;
Agradeço pelo sol que me esquenta;
Manifesto uma profunda gratidão pela água que chega até minha casa;
Sou grata por cada dia que me traz uma nova oportunidade de ser feliz;
Expresso a gratidão por cada pessoa que passa em minha vida;
Agradeço por todas as coisas boas que acontecem em meu dia;
Expresso uma profunda gratidão por todas as coisas que tenho;
Agradeço por ter conhecido as pessoas que amo;
Agradeço por ter conhecido as pessoas que tive algum desentendimento, pois elas acabaram sendo professores de minha vida espiritual e emocional.
Agradeço pela noite que me permite descansar e recarregar minhas energias;
Sou grato por minha cama que me proporciona uma boa noite de sono;
Sou grato por todas as coisas simples que tenho e que sem elas minha vida seria muito difícil;
Que a gratidão preencha meu ser;
Que essa energia se manifeste em minha mente e em meu coração.

Sobre ser intenso

Intenso no dicionário significa “que se manifesta ou se faz sentir com força, com vigor, com abundância.” Intenso é tudo aquilo que está presente, completamente, plenamente, no aqui e no agora. Há uns meses atrás eu estava reclamando muito que me sentia sozinha. Muitas coisas pra fazer, mudança de casa, de cidade, de trabalho, de vida. Me sentia cansada e só. Um dia, falando sobre isso com uma amiga ela me disse que eu me sentia sozinha, mas que também nunca procurava ninguém, que me isolava. Pensei um pouco e ela estava completamente certa. Eu realmente estava mais reclusa naquele momento da vida. Automaticamente pensei em reverter isso e procurei ser mais presente nas conversas dos grupos de WhatsApp, comecei a convidar mais gente pra sair, comecei a aceitar mais convites para estar com as pessoas. Mas mesmo assim, com um monte de gente a minha volta, eu me sentia sozinha. Numa tarde de chuva, em casa, li um trecho de um dos meus livros favoritos, A Elegância do Ouriço, onde uma das personagens falava sobre a solidão de ser intenso. E me pus a pensar nisso.

Ser intenso é realmente muito solitário, ainda mais em tempos de smartphone e superficialidade. E ai eu percebi porque me sentia só, mesmo acompanhada. Eu não queria estar com as pessoas em um bar, apenas. Eu queria interagir, de verdade, com profundidade, com intensidade. Sempre tem um momento da conversa, numa roda de amigos, onde todos pegam o celular pra checar mensagens e redes sociais. É o momento da minha solidão. É sempre nesse minuto que me distraio de todos ali, porque percebo que ninguém está, de fato, ali. E quando observo outras rodas de amigos vejo o mesmo comportamento. As pessoas não conversam, quase não se falam. Algumas contam piadas, outras riem, outras ficam no celular, outras falam do tempo, tudo over, tudo fake, mas ninguém – ou quase ninguém – está presente, intensamente, na maior parte das ocasiões. Até quando estão assistindo uma banda, um cantor, as pessoas tão preocupadas em filmar e fazer checkin no lugar, se esquecem de, de fato, estar neste lugar. Não estão nem no presente, nem no futuro. Ficam num buraco no tempo, atrapalhando com suas cameras de smartphones as pessoas que so querem apreciar a musica, o artista, a performance.

Quantas vezes você está com seu filho e fica no celular falando com conhecidos nas redes sociais? Quantas vezes sua namorada precisa chamar sua atenção para sair do WhatsApp? Quantas vezes você está tão preocupado em parecer feliz, em falar da sua vida, em tirar uma selfie que nem percebe que está falando sozinho, pois seu interlocutor já perdeu a conversa faz tempo? Quanto vale uma foto da Monalisa (que você acha em qualquer busca simples no google) se você só viu a monalisa pela lente do celular quando esteve no Louvre?

Por isso eu prefiro compromissos de trabalho. Pode me chamar de workaholic. Quando tem trabalho envolvido, as pessoas tem em mente que tempo é dinheiro e ficam focadas na conversa, no tema ou no problema a ser resolvido. Sempre me divirto mais nessas ocasiões pois não sinto um eco de vozes falando sozinhas, mas sim pessoas interagindo, de fato. Presentes no momento tirando o melhor proveito dele.

Claro que eu tenho amigos ótimos! Claro que nem todas as vezes me sinto sozinha na mesa de bar! Mas hoje eu simplesmente me levanto e vou embora se as pessoas estão mais ‘parecendo’ do que vivendo. Ser intenso em tempos de superficialidade é solitário, mas nenhuma solidão é tão doída quanto estar sozinho acompanhado. E eu me abstenho de quem me tira da minha solidão pra me deixar sozinha. Minha solidão eu preencho com livros, com filmes, com programas de TV, até dormindo. Me recuso a preencher com pessoas só pra ter assunto pra postar no Facebook.

Objetivos: como usar análise SWOT para alcança-los

Na faculdade de publicidade aprendi a usar a Análise SWOT para traçar ações para alcançar objetivos de marketing dentro de uma empresa! Não passei nem um semestre sem fazer pelo menos uma SWOT! A Análise SWOT é uma ferramenta de gestão muito utilizada para avaliação estratégica e desenvolvimento de plano de ação. Adaptada à vida pessoal, nos ajuda a traçar um plano detalhado para alcançarmos nossos objetivos!

O termo SWOT é composto pelas iniciais das palavras Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (Ameaças). Ela analisa fatores internos e externos e com base neles, traçamos um plano para chegar aos nossos objetivos. Fatores internos, envolvem capacidades intelectuais, habilidade de relacionar-se, conhecimentos técnicos e empíricos e competências intrapessoais. São nossas forças e fraquezas, basicamente. As forças são as aptidões que cada pessoa possui e que podem ajudar na conquista dos objetivos pessoais, as fraquezas são pontos que o indivíduo precisa melhorar, como dificuldades que impedem a realização de determinadas tarefas e o alcance de metas.

Os fatores externos abrangem características ligadas ao ambiente em que vivemos e trabalhamos. São as oportunidades e ameaças a nossa volta. Oportunidades, são circunstâncias que, somadas às forças pessoais, podem ser proveitosas para atingir objetivos, já as ameaças são situações que podem potencializar fraquezas e impedir a conquista de metas.

Para fazer minha análise SWOT este ano, primeiro elenquei todos os meus objetivos em uma lista, depois separei os mais importantes e os coloquei como prioridade, aí fiz uma análise para cada objetivo, traçando metas específicas para alcançar cada um deles.

Primeiro fiz quatro quadrantes em uma folha e coloquei todos os pontos que reconheço como forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Nessa parte é muito importante ser sincero e verdadeiro, pois mentir aqui significa traçar planos irreais e fadados ao fracasso!

Como alcançar seus objetivos com a Análise SWOT

 

Meu objetivo principal esse ano é aumentar minha renda com minha empresa. Assim, meus quadrantes ficaram:

Forças:

  • bom networking, que ajuda a conseguir mais clientes
  • possibilidade de investimento em cursos para aumentar o valor agregado do serviço

Fraquezas:

  • baixo valor disponivel para investimento em cursos
  • pouco tempo disponivel

Oportunidades:

  • mercado de publicidade aquecido
  • grande variedade de cursos livres online, pagos e gratuitos, disponíveis na área

Ameaças:

  • imprevistos financeiros que impeçam o investimento em cursos
  • mercado geral em crise
  • muitos picaretas oferecendo cursos de baixa qualidade na área

Feito isso, cruzei todos os dados para traçar algumas estratégias.

Forças x Oportunidades:

Aqui definimos a estratégia ofensiva. A ideia é aproveitar ao máximo as vantagens para ampliar as oportunidades detectadas. Usando meu objetivo de exemplo, meu bom networking e a disponibilidade de investimento em cursos, me permitem aproveitar o mercado de publicidade aquecido, oferecendo meus serviços para mais empresas e fazer cursos livres online para agregar valor ao meu trabalho.

Forças x Ameaças

Estratégia de confronto! É onde você tira o maior proveito possível dos pontos fortes para minimizar os obstáculos. No meu caso, o bom networking pode burlar os possíveis imprevistos, visto que um cliente a mais ja cobre esse possível buraco no orçamento. Ter um dinheiro reservado para os cursos permite que eu foque em cursos reconhecidos, fugindo do ambiente dos picaretas.

Oportunidades x Fraquezas

Estratégia de reforço, ou seja, onde minimizamos as deficiências ao mesmo tempo que aproveitamos as oportunidades de nos desenvolver. Pra mim, o baixo valor disponivel para investir pode ser resolvido com o mercado aquecido na minha área, trazendo mais clientes em mais ganho pra mim. Ja a grande variedade de cursos livres online cobre a falta de tempo de me deslocar para cursos presenciais.

Fraquezas x ameaças

A estratégia defensiva é o calcanhar de Aquiles, geralmente. Nos anos de faculdade, vi muito empresários simplesmente travando quando chegam nessa etapa. Realmente é dificil olhar para as ameaças externas que não controlamos e cruza-las com nossas deficiências. Em muitos casos, essa parte do processo causa medo e desconforto, fora a sensação de que não vamos conseguir.

Mas eu sempre achei que essa parte é a mais transformadora! É onde podemos olhar com firmeza para o exterior e afirmarmos o compromisso de mudar nosso interior. Estar alerta aos riscos e com o firme propósito de superar nossos pontos fracos, nos dão as melhores ideias de ação para chegarmos aos nossos objetivos.

No meu caso, o baixo valor disponível para cursos, é potencializada caso algum imprevisto financeiro apareça. O pouco tempo para focar nos cursos também me deixa mais a mercê de picaretas. Porém, saber disso me faz ver duas coisas. Primeiro que eu posso avaliar o desenvolvimento da minha estratégia e perceber se não estou alcançando os objetivos por fatores externos (ameaças) ou internos (fraquezas). Se os problemas forem externos, volto a estratégia de confronto, onde uso as forças para minimizar as ameaças. Se o problema for interno, volto a estratégia de reforço, aproveitando melhor as oportunidades.

Plano de ação

Com a análise pronta, no papel, parto para o desenvolvimento do plano de ação! Para ele, respondemos sete perguntas, também conhecidas como 5W2H. Essas perguntas nos ajudam a identificar ações necessárias para alcançarmos nossos objetivos. Como resposta coloquei a minha situação acima, para que você veja como eu desenvolvo meu plano!

WHAT – O que será feito?

  • cursos online para agregar valor ao trabalho

WHO – Quem o fará?

  • eu

WHEN – Quando será feito?

  • janeiro e fevereiro

WHERE – Onde será feito?

  • pela internet

WHY – Por que será feito?

  • para agregar valor ao serviço prestado

HOW – Como será feito?

  • duas vezes por semana, a noite, via internet

HOW MUCH – Quanto custará cada ação?

  • R$100,00 mensais para cursos pagos

Eu tenho um caderninho onde coloco as análises dos meus principais objetivos junto com os planos de ação de cada um. Assim, consigo juntar os planos de ação e defini-los por metas (com datas para serem cumpridos).

Como ultima dica, deixo uma coisa básica. Não adianta planejar se você não pretende executar. Se você identificou que precisa fazer cursos online duas vezes por semana, não adianta ficar na Netflix durante o tempo que designou pra isso. Os planos não se executam sozinhos, mesmo que você perca horas desenvolvendo-os. O mais importante de uma análise SWOT é que ela nos dá soluções para resolvermos problemas ao longo da caminhada rumo aos nossos objetivos. Com essas soluções somadas ao plano de ação, não precisamos mais nos preocupar com o que fazer ou como fazer, devemos focar em fazer, e esta é a parte que exige mais determinação!

Ninguém pode querer aumentar minha renda mais do que eu, já que ninguém pode fazer cursos por mim. Ninguém pode querer emagrecer mais que você, ninguém pode querer ser mais saudável por você, ninguém pode querer ter mais tempos pro seus filhos que você. E se ninguém pode querer por nós, ninguém pode fazer por nós. O mais importante é se manter focado.

Que acham de um post sobre foco e determinação? Tá na pauta já!